Papinhas, saiba como começar a introduzir

http://www.saboreiereceitas.com.br/2015/07/receitas-de-papinhas-de-frutas-para-bebe.html

A recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS) é que o aleitamento materno seja feito até o sexto mês do bebê com exclusividade após esse período o bebê necessitará de alguns nutrientes que o leite sozinho não fornecerá como o ferro, portanto inicia-se então neste período a introdução alimentar de sólidos. Um dos motivos para se iniciar a introdução apenas aos 6 meses é porque o sistema digestivo do bebê anterior a este período ainda não está preparado para digerir alimentos e outro motivo é que a partir dos 6 meses o organismo da criança também estará mais forte para combater eventuais infecções ou alergias decorrentes da alimentação variada. Assim então se dá início a uma nova fase tanto para a mãe quanto para o bebê, de aprendizado e crescimento, para o bebê é sinônimo de novas descobertas e para a mãe de muita paciência.

Em primeiro lugar tenha em mente que é uma INTRODUÇÃO alimentar, ou seja, o bebê dificilmente irá sair comendo um prato inteiro de comida da primeira vez, nas primeiras vezes é muito provável que ele jogue fora a comida oferecida para ele, se recuse a comer, ou tenhas outras demais reações de negação a comida. Vá com calma, ofereça um pouco no primeiro dia, depois no segundo e assim por diante, tente oferecer o mesmo alimento pelo menos umas 3 vezes seguidas caso a criança rejeite todas as vezes então troque para outro alimento. Pois apesar de serem bebês eles já estão formando seu paladar e podem ter alimentos que gostem mais e outros menos. No entanto é importante frizar que a criança precisa comer todos os grupos alimentares, pois os hábitos alimentares formados nessa fase serão muito importantes para as etapas posteriores. Portanto uma boa introdução alimentar na infância forma um adulto com hábitos alimentares mais saudáveis.

Por onde começar?

O início se dá pelas frutas naturais só após será acrescentado ao cardápio da criança as papinhas salgadas que devem ser introduzidas no horário do almoço. Neste período não ofereça sucos naturais à criança pois ela ainda não tem capacidade gástrica para digeri-los e também porque o leite seja materno ou artificial oferece a quantidade de líquidos necessária.

Veja abaixo como oferecer os alimentos:

  • Os alimentos devem ser oferecidos raspados ou amassados, nunca triturados no liquidificador pois a papinha não pode ter a consistência muito líquida pois isso não estimula a mastigação, a criança associa com a amamentação e não aprende a mastigar;
  • Os novos alimentos devem ser variados em intervalos de 3 dias, para que a criança pegue bem o alimento introduzido e também para que se possa observar se houve alguma reação alérgica, portanto fique atento se houver alguma mudança no bebê como fezes moles, dor de barriga, irritação, muito choro;
  • Ofereça na parte da manhã, pois assim você terá o dia inteiro para observar se o alimento introduzido apresentou alguma reação alérgica na criança;
  • O alimento deve ser introduzido sem adição de açúcar, sal, cereal ou nenhuma outra mistura;
  • Utilize colher de plástico ou silicone pois não machucam o bebê;
  • Dê sempre preferência para papinhas naturais ao invés das industrializadas que em sua fabricação adicionam corantes, açúcares, estabilizantes e outras substância prejudiciais a saúde.

Como preparar as papinhas salgadas:

  • Lave bem os alimentos antes de serem consumidos, evitando assim qualquer tipo de contaminação;
  • A melhor forma de cozinhar os legumes é no vapor para não tirar os nutrientes, se não houver essa opção opte por cozinhá-los em uma panela normal ao invés da panela de pressão ou microondas;
  • A papinha que não foi consumida pode ser guardada na geladeira por 24horas mais que isso corre o risco de estar estragada;
  • Podem ser congeladas por até 3 meses;
  • Quando descongelar, opte por fazer em banho-maria ou potes adequados para o descongelamento no microondas (livre de BPA);
  • Evite usar sal, mas se optar, use muito pouco, ao invés do sal pode -se usar cebola para refogar e temperos naturais como salsinha, tomilho. cebolinha, sálvia,etc;
  • Se for usar azeite de oliva extra-virgem, use na comida já pronta, quando esta estiver morna ou fria pois o azeite de oliva quando aquecido perde suas propriedades naturais.

Alimentos para serem evitados

  • Mel, não deve ser oferecido para crianças antes de 1 ano de idade, por riscos de botulismo;
  • O ovo, pois ele é alergênico, portanto deve ser oferecido só após a criança ter 6 meses e só a gema por enquanto, em torno de 1/4 de gema. A clara será oferecida por volta dos 9 meses;
  • Leite integral da vaca pois pode ode acarretar em anemia e também causar sangue nas fezes;
  • Produtos industrializados pela quantidade de aditivos químicos, além de açúcar refinado, xarope de milho, adoçantes artificiais e nutrientes em quantidades superiores ao que um bebê deve ingerir por dia, como o sódio;
  • Frutos do mar, amendoim, nozes e castanhas no geral são alergênicos por conta disso os pediatras recomendam seu uso após o primeiro ano da criança, quando seu sistema imunológico já estiver mais fortalecido.

Sugestões de alimentos para serem consumidos:

Frutas indicadas para a primeira fase da introdução: Banana, mamão, maçã, pera, caqui, melão, manga…

Legumes, tubérculos: batata, mandioquinha, batata-doce, aipim, abobrinha, moranga, cenoura, beterraba…

Carnes: gado, frango, peixe,fígado.

Leguminosas: Feijão, lentinha, ervilha, grão-de-bico.

Receitinhas

#Papa de banana

1 banana (banana-maçã prende o intestino recomenda-se para o caso de diarréia e a banana nanica solta o intestino usada para combater a prisão de ventre).

Descasque a fruta e amasse com um garfo. Sirva com uma colher de plástico ou silicone.

#Papa de mamão

Meio mamão-papaia

Lave bem a casca e depois corte o mamão pela metade, retire com uma colher as sementes pretas e só use a polpa. Amasse e dê com uma colher pequena de plástico ou silicone.

#Papa de caldo de carne com moranga, mandioquinha (ou batata) e cenoura

100 gramas de carne bovina magra, como coxão duro ou músculo

1 fatia de moranga

1 mandioquinha

1 cenoura

água filtrada

Corte a carne em pedaços e refogue em uma panela com um pouco de óleo. Quando começar a ficar dourada, acrescente a moranga, a mandioquinha e a cenoura descascadas e grosseiramente cortadas e uma pitada de sal, se desejar. Cubra tudo com água filtrada, tampe a panela e cozinhe em fogo baixo até que os legumes estejam moles  após separe a carne e amasse o resto com um garfo ou passe pela peneira.

#Papa de caldo de frango com abobrinha, batata e cenoura

100 gramas de peito ou coxa de frango

1 abobrinha

1 cenoura

1 batata

Água filtrada

Com o frango cortado em cubos, aqueça o óleo em uma panela e refogue até que fique dourado. Acrescente então a abobrinha, a batata e a cenoura descascadas e cortadas e uma pitada de sal, se quiser. Cubra tudo com a água e cozinhe lentamente até os legumes amolecerem. Retire o frango e amasse a mistura restante com um garfo ou passe na peneira.

 

Veja mais temas relacionados:

Introdução Alimentar

BLW, introdução alimentar saiba mais

Introdução Alimentar BLW você sabe o que é?

 

Quer mais informações sobre universo materno?

Mandamos conteúdos exclusivos sobre educação infantil, chá de bebê, enxoval, e muito mais!

Comente com o Facebook

comentários